Sexta-feira, 29 de Fevereiro de 2008
Só Visto 258 - Três castelos espanhóis desapareceram

Um grupo de peritos espanhóis descobriu que três castelos da província de Burgos, considerados Bens de Interesse Cultural em 1949, desapareceram completamente. A equipa da Universidade de Burgos, dirigida pelo professor Miguel Moreno Gallo, ficou surpreendida quando, ao visitar a Torre de Zuñeda, o castelo de Tobar e a Torre Palácio de Andino, descobriu que os imóveis não estavam de «pé». Miguel Moreno Gallo contou, em declarações à agência noticiosa EFE, que, quando o grupo se preparava para fotografar os castelos, constatou que estes já não existiam, pois tinham sido destruídos, pedra por pedra, segundo relatos de pessoas. Os peritos sustentam que existem fortificações em estado de ruína, como é o caso do Castelo de Valdezate, estimando que outras foram destruídas ou desapareceram há 15 ou 20 anos. Ainda assim, o director-geral do Património do Governo de Burgos, Enrique Saiz, manifestou-se incrédulo com o desaparecimento dos três castelos, embora garantindo que vai ler com atenção o relatório elaborado pelos especialistas e aferir se houve ou não algum delito de espólio.



publicado por Master Roshi às 01:28
link do post | comentar | favorito
|

Quinta-feira, 28 de Fevereiro de 2008
Só Visto 257 - Escuteiros ameaçam processar Media Markt por campanha ofensiva
A actual campanha publicitária da Media Markt com o slogan "Eu é que não sou parvo" está a revoltar os escuteiros. Estes ameaçam a empresa com um processo judicial caso não suspenda o anúncio, noticia a Lusa. O chefe do Corpo Nacional de Escutas, Carlos Alberto Pereira, enviou um ofício à empresa classificando a campanha de "clara, objectiva e intolerantemente ofensiva para os 80 mil escuteiros portugueses e suas famílias". O dirigente pede " a suspensão imediata da referida campanha publicitária e a cessação da menção aos escuteiros". Caso contrário "teremos de agir judicialmente, quer civil, quer criminalmente", avisa Carlos Alberto Pereira. Por seu lado, a Media Markt lamentou a "errada interpretação que foi dada por alguns", argumentando que a campanha se baseia no seu slogan "usado a nível internacional 'Eu é que não sou parvo', adaptado à língua materna de cada país". A publicidade em questão teve "como ideia central a criação de uma nação fictícia - a Parvónia - onde vivem os seus originários cidadãos: Os Parvos", explicou ainda a empresa em comunicado enviado à Lusa. A Media Markt acrescenta que "todo o tom da campanha é humorado e bem-disposto, não querendo nunca ofender, retratar de forma agressiva ou ferir a susceptibilidade de qualquer grupo ou entidade social". A empresa defende ainda que nunca teve a intenção de "retratar classes políticas ou sociais nem (...) denegrir a imagem de grupos sociais tão importantes e fundamentais para a sociedade como o são todas as corporações de escuteiros, que para muitos jovens portugueses foram e são uma grande escola de vida". O personagem do escuteiro é acompanhado na campanha por três "cidadãos da Parvónia" de visita a Portugal: o presidente, um general e a miss do país imaginário. Entretanto surgiu na Internet uma petição que exige "a retirada do anúncio e um pedido de desculpas", explicou à Lusa Nuno Castela Canilho, dirigente do Agrupamento de Escuteiros 1037 da Mealhada e primeiro signatário da petição. "A publicidade não precisava de um escuteiro para dar a ideia dos parvos" e se este "não estivesse fardado era igual", salientou o responsável escutista.


publicado por Master Roshi às 19:09
link do post | comentar | favorito
|

Quarta-feira, 27 de Fevereiro de 2008
Só Visto 256 - Inglês aluga tanque para destruir radares

Um empresário inglês está a oferecer aos motoristas britânicos a possibilidade de se livrarem das câmaras que registram os excessos de velocidade do modo mais brutal possível: esmagando-as com um tanque de guerra de 17 toneladas, noticia o site G1. Bill Bailey, que trabalha na área do paintball no sudoeste da Inglaterra, disse que os motoristas «que estejam fartos» das multas poderão pegar no seu veículo, um Abbott 433, para dar um «giro com um instrutor de conducção. No trajecto, têm a possibilidade de passar por cima dos radares. «Isso vai custar cerca de 100 euros por uma hora no tanque, mais um adicional de 60 euros para destruir a câmara de velocidade», disse Bill. «Acho que vai resultar. Muita gente pode achar que é um preço razoável para destruir um radar».

«Ainda há a opção de explodir um deles». Segundo o empresário, a arma usada dará apenas tiros falsos. «Mas podemos simular uma explosão do outro lado com pirotecnia». Há cerca de 6 mil câmaras de velocidade nas estradas inglesas. Os críticos reclamam que não previnem acidentes, mas são usadas pelo governo como forma de arrecadar verba por meio das multas.



publicado por Master Roshi às 11:59
link do post | comentar | favorito
|

Terça-feira, 26 de Fevereiro de 2008
Só Visto 255 - Sarkozy chama imbecil a francês que se recusou a cumprimentá-lo
O Presidente francês, Nicolas Sarkozy, respondeu rispidamente a um conterrâneo seu durante a inauguração do Salão da Agricultura, em Paris, depois de o cidadão se ter recusado a cumprimentá-lo. Uma câmara do jornal Le Parisien estava presente e registou o momento.


Vídeo em (se entretanto não desaparecer):
http://www.publico.clix.pt/videos/?v=20080225161714&z=1
ou

http://www.youtube.com/watch?v=axDyUNWyuw8

"Casse toi alors pauvre con!"


publicado por Master Roshi às 00:56
link do post | comentar | favorito
|

Segunda-feira, 25 de Fevereiro de 2008
Só Visto 254 - Caixão em forma de garrafa de coca-cola

Uma funerária de Accra, no Gana, em África está a revolucionar o mercado dos caixões. Morrer pode ser a melhor altura para mostrar a sua originalidade. A funerária faz caixões no formato que desejar. E se pensa que um caixão em forma de uma garrafa de coca-cola é o mais insólito que pode haver, engana-se. A funerária de África já fez caixões que são mini-aviões, carros, ou mesmo sapatos. E o leitor? Qual seria o seu pedido?



publicado por Master Roshi às 10:20
link do post | comentar | favorito
|

Domingo, 24 de Fevereiro de 2008
Só Visto 253 - Roubaram uma ponte de quatro toneladas

A polícia da República Checa está a tentar encontrar os autores de um roubo que podemos considerar, no mínimo, insólito. É que a ponte ferroviária que unia as cidades de Cheb e Stary Hroznat, de quatro toneladas, e que estava actualmente desactivada, desapareceu sem deixar rasto. A empresa responsável pela segurança da ponte, toda em ferro, deu o alarme quando deu conta que a ponte não estava no seu devido sítio. Mas nem sequer sabe com precisão quando ocorreu o roubo, apenas adianta que aconteceu entre 5 de Dezembro e 11 de Janeiro. Os danos materiais no local ascendem a 750 euros. Martina Hruskova, portavoz da polícia checa, acrescenta: «Não se sabe se a ponte foi roubada para uso pessoal». Ainda assim, a polícia acredita que o material roubado vai acabar num centro de recolha de metais para ser fundido.



publicado por Master Roshi às 11:52
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

Sábado, 23 de Fevereiro de 2008
Só Visto 252 - Lenny Kravitz sem sexo há três anos

O músico norte-americano Lenny Kravitz, de 43 anos, admitiu, em entrevista à revista Max im, que está há três anos sem ter relações sexuais. Tudo porque prometeu a si próprio manter a abstinência até encontrar o «par perfeito». E como a mulher ideal ainda não apareceu, o cantor pretende continuar assim, em jejum, até que ela apareça. «É só uma promessa que eu fiz até me casar. No ponto em que estou, a mulher precisa de ter algo mais do que um corpo bonito, mas também uma personalidade e um espírito bonitos», disse o cantor à revista. Lenny Kravitz foi casado com a actriz Lisa Bonet, em 1987, de quem se divorciou em 1993. Depois de Bonet, o cantor já se envolveu com algumas das mulheres mais desejadas de Hollywood, como Nicole Kidman, Madonna e Penelope Cruz.



publicado por Master Roshi às 07:50
link do post | comentar | favorito
|

Sexta-feira, 22 de Fevereiro de 2008
Só Visto 251 - Homem dorme em carris e sobrevive a comboio

Um australiano adormeceu nos carris do caminho-de-ferro e ficou apenas com alguns arranhões depois de um comboio ter passado por cima dele, na madrugada desta sexta-feira, segundo noticia a agência AFP. O jovem, de 20 anos de idade, dormia entre os carris quando foi acordado pelo comboio, no Estado de Port Augusta, na Austrália meridional. O maquinista viu o «dorminhoco imprudente», como o apelidou a imprensa local, acrescentando que o indivíduo estava embriagado. O comboio não parou a tempo de assustar este australiano, mas valeu-lhe ter adormecido numa parte côncava, entre os carris, para sair desta pequena aventura somente com alguns arranhões.



publicado por Master Roshi às 15:14
link do post | comentar | favorito
|

Quinta-feira, 21 de Fevereiro de 2008
Só Visto 250 - Sex shop multada por boneca insuflável não gemer

Autoridades de defesa do consumidor da Roménia receberam uma reclamação insólita: um consumidor estava indignado pois a sua boneca insuflável tinha «deixado de gemer», noticiou esta semana o site Ananova. Cita o Globo que, confirmado o defeito da boneca, a sex shop de Brasov, na Transilvânia, foi multada em 600 libras (quase 900 euros) e obrigada a dar uma nova boneca ao comprador. O homem, que segundo o site tinha cerca de 40 anos, também se queixou que o produto esvaziava muito rápido. Iulian Mara, chefe do centro de proteção ao consumidor, disse que «não importa o quanto a reclamação pareça estranha, fomos à sex shop onde o homem comprou o objecto e vimos que estava certo». Segundo Mara, «a boneca perdia ar rapidamente e devido a falhas no sistema eléctrico não fazia os sons específicos esperados».



publicado por Master Roshi às 16:55
link do post | comentar | favorito
|

Quarta-feira, 20 de Fevereiro de 2008
Só Visto 249 - Sexóloga muçulmana: «Já tratei homossexuais»

«Já recebi pacientes homossexuais que foram tratados, que passaram a olhar para uma mulher e desejá-la. Acredito que é uma doença e tem tratamento». Quem o diz é a sexóloga Heba Kotb, assumidamente muçulmana conservadora que apresenta um programa na TV Al Mehwar, um canal de televisão egípcio. Heba, de 40 anos, diz que o sexo é um «presente de Alá», por isso, em entrevista ao site G1, confessa-se feliz por «poder ajudar tantos casais a serem mais felizes». Conta que a maioria das queixas que recebe são relativas à dificuldade de alcançar o orgasmo, no caso feminino, e à ejaculação precoce, no caso masculino. «Digo que todos sabem como fazer filhos, mas a questão é como saber aproveitar isso da forma correcta», acrescenta. A visão pode ser polémica, mas a especialista não esconde as suas convicções. «Encorajo as mulheres a conhecerem os seus corpos, a não serem tímidas com os seus parceiros, mas de forma alguma isso inclui a masturbação. Acredito que é uma prática desnecessária», refere.



publicado por Master Roshi às 09:16
link do post | comentar | favorito
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Setembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9

19
20

22
24
27

29
30


posts recentes

Só Visto 469 - Falta de s...

Só Visto 468 - Grupo de a...

Só Visto 467 - E o prémio...

Só Visto 466 - Roubou qua...

Só Visto 465 - Têm de pro...

Só Visto 464 - Cobras fun...

Só Visto 463 - Número oit...

Só Visto 462 - Peixe de t...

Só Visto 461 - Tribunal r...

Só Visto 460 - Macaco «br...

arquivos

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds