Segunda-feira, 31 de Março de 2008
Só Visto 289 - Italianos proibidos de se coçarem em público

Um tribunal italiano decidiu proibir os homens de coçarem as suas partes íntimas em público, noticia a Sky News. A decisão surgiu na passada quinta-feira, quando o tribunal de Roma decidiu não dar razão a um homem de 42 anos, que havia sido condenado a uma multa de 200 euros por «acto indecente grosseiro». O advogado do réu defendeu que o seu cliente, mecânico de profissão, apenas quis ajustar as suas calças. No entanto, o tribunal decidiu que «o contacto com os órgãos genitais em público é um sinal de má educação e deve ser considerado um acto contra a decência pública». A decisão poderá custar caro a muitos homens italianos, uma vez que, em Itália, segurar ou tocar nas partes privadas é considerado um gesto supersticioso, para afastar o azar.



publicado por Master Roshi às 14:52
link do post | comentar | favorito
|

Domingo, 30 de Março de 2008
Só Visto 288 - Chefe proíbe cuecas sujas no trabalho

O chefe de uma empresa sérvia proibiu que os funcionários fossem trabalhar com a roupa íntima suja, noticia o Ananova. Milomir Gligorijevic afirma que ficou farto de ver pessoas sem higiene pessoal básica. Gligorijevic diz que decidiu transformar numa ofensa o facto de um funcionário ir trabalhar com as cuecas ou lingerie sujas ou sem tomar banho. Proibiu também que o seu pessoal trabalhe com a boca a cheirar a alho. O sérvio, que chefia a empresa com 30 funcionários, enviou um memorando que alerta para os profissionais escovarem os dentes, tomarem banho e trocarem a roupa íntima, todos os dias. Ainda não sabe se a medida vai ser seguida, mas alertou que pode tornar-se ainda mais rígida.



publicado por Master Roshi às 13:38
link do post | comentar | favorito
|

Sábado, 29 de Março de 2008
Só Visto 287 - «Dá-me o telemóvel, já» é música e t-shirt

É um êxito. O caso da brutalização de uma professora por parte de uma aluna, que foi parar ao Youtube, já ultrapassou as barreiras da banalização e promete ficar entre um dos momentos mais marcantes do ano. Nem que seja até ao Verão, quando a temperatura permitir utilizar as t-shirts desenhadas a propósito do incidente. Uma semana depois do caso ter chegado aos media, surgem reacções na Internet, e que não se ficam pelo vestuário com as frase mais marcantes do vídeo, como «Dá-me o telemóbel, JÁ!», «Vamos ter fight, oube lá!», «Oh gorda, oh faxona, sai daí!» ou «Olha a belha vai cair!», todas disponíveis num endereço, também ele, completamente dentro do assunto:


http://dame-telemovel.pt.vu.

 



Se visitar o Youtube, para além do vídeo original, já é possível encontrar um mix realizado por «bad4das», que pode ser descarregado e utilizado como toque de telemóvel. O ritmo é retirado da marcha imperial do filme «Guerra das Estrelas», intercalando com as principais frases em ritmo hip hop:


http://www.youtube.com/watch?v=TjRav5IdoYY&eurl=http://www.portugaldiario.iol.pt/noticia.php?id=932745&div_id=291


Paralelamente, vão também surgindo soluções um pouco mais criativas, como o design para t-shirt de Fernando Lucas

(http://manualdedeus.blogspot.com/2008/03/carolinas-do-porto.html),

bastante mais estilizado, ou o vídeo apresentado pelo blog Cine 31

(http://cine31.blogspot.com)


http://www.youtube.com/watch?v=0PhlZf0sD0A&eurl=http://www.portugaldiario.iol.pt/noticia.php?id=932745&div_id=291

Bem, é assim que tratamos estas coisas!!!


publicado por Master Roshi às 10:14
link do post | comentar | favorito
|

Sexta-feira, 28 de Março de 2008
Só Visto 286 - Homem sobrevive a 18 facadas
Um empresário de S. João de Ver, Feira, ainda não sabe como sobreviveu a 18 facadas na madrugada de sábado quando foi atacado por vários indivíduos que o esperavam à entrada de casa. «Foi um milagre. Nem sei como ainda estou vivo. Quando cheguei ao hospital, a esvair-me em sangue, os médicos disseram-me que se demorasse mais cinco minutos morria», conta.

O empresário, que não quer ser identificado com medo de represálias, regressou anteontem à tarde a casa depois de três dias passados no Hospital de S. Sebastião, na Feira. O golpe profundo com cerca de 15 centímetros que lhe atravessa a cabeça, suturado com vários pontos, mostra a violência da agressão para a qual não encontra explicação. «Não consigo encontrar justificação para isto. Talvez uma tentativa de assalto, não sei», diz, garantindo que não tem inimigos nem problemas com ninguém. «Quem me conhece sabe que sou uma pessoa alegre e que me dou bem com toda a gente, por isso não sei...», acrescenta. Tudo se passou quando estacionava o carro no coberto ao lado de casa, cerca das 3.30 horas de sábado. «Eles estavam escondidos atrás do outro carro e, mal eu saí e fechei o carro, apanharam-me por trás e esfaquearam-me primeiro no pescoço, com dois golpes, mas como eu reagi, acabei por levar uma outra facada mais profunda na cabeça, mais dez no tronco e cinco nas mãos», relata. O empresário não sabe quantos eram os agressores «nem sequer se estavam ou não encapuzados, ou se eram altos ou baixos. Foi tudo muito rápido, terminando quando consegui fugir para a luz e eles escaparam pelos campos», recorda. Com a cara ensanguentada, entrou em casa e pediu auxílio à mulher que já dormia. Foram chamados os bombeiros, mas ao olhar-se ao espelho e ver parte do escalpe arrancado, o sangue a espirrar, a camisa tingida de vermelho, entrou em pânico e nem esperou pela ambulância. «Não sei o que me deu. Sei que foi uma irresponsabilidade, mas assustei-me», explica. Pegou nas chaves do carro e arrancou a toda a velocidade em direcção ao Hospital S. Sebastião, a cerca de cinco minutos de carro. Com uma mão no volante e outra a limpar o sangue que escorria e lhe turvava a visão, conseguiu chegar à urgência do hospital, onde foi prontamente assistido pelos médicos que cinco horas antes já tinham recebido um outro empresário de um outro ponto do concelho, também esfaqueado na cabeça por um número indeterminado de assaltantes. Este caso está a ser investigado pela PJ do Porto.


publicado por Master Roshi às 09:37
link do post | comentar | favorito
|

Quinta-feira, 27 de Março de 2008
Só Visto 285 - Voltou de férias e não encontrou a casa

Uma russa que voltava de um descanso no campo teve uma surpresa desagradável a voltar a casa: a sua residência já não existia. Escreve o Terra Notícias que a casa de Lyudmila Martemyanova foi destruída erradamente por trabalhadores de uma empresa de contrução que receberam instruções para limpar um terreno. «Não ficou nada, nem uma madeira», disse Lyudmila lutando contra o frio num terreno coberto de neve na cidade de Nizhny Novgorod. Um promotor local, Nikolai Govorkov, disse que a companhia destruiu o prédio errado, em vez de uma propriedade próxima, marcada para demolição. Lyudmila levou o caso para os tribunais. Recusou indemnização oferecida pela empresa, dizendo que não é suficiente nem para alugar um quarto nos arredores da cidade. As audiências judiciais começaram na passada quinta-feira. Enquanto isso, Lyudmila vai ficando entre as casas da filha e da irmã.



publicado por Master Roshi às 08:35
link do post | comentar | favorito
|

Quarta-feira, 26 de Março de 2008
Só Visto 284 - DVD salva bombeiro de tiro

Barry McRoy, bombeiro do estado da Carolina do Sul, nos Estados Unidos, deixava um restaurante na noite de sábado, quando dois homens começaram a discutir com uma arma em punho, escreve o site brasileiro G1. Um dos disparos atravessou o vidro do estabelecimento e atingiu o bombeiro. No entanto, para sorte de McRoy, um DVD no bolso do seu casaco amorteceu o impacto do tiro, causando apenas um leve ferimento. O bombeiro diz que só notou que tinha sido baleado momentos depois, quando avisou um polícia sobre o ocorrido.



publicado por Master Roshi às 11:16
link do post | comentar | favorito
|

Terça-feira, 25 de Março de 2008
Só Visto 283 - Blogueira vendeu corpo para anúncios

Um mês antes do inicio do evento Campus Party, considerado o maior acontecimento de entretenimento electrónico em rede do mundo, vários blogues brasileiros falavam de uma «blogueira misteriosa» que estaria a vender o corpo para pagar a sua inscrição no evento, noticia o site G1. Os blogues que já tinham comprado o seu espaço no «corpo» da blogueira, que se dá pelo nome de Nospheratt, divulgavam imagens da mesma, mas sem mostrar a cara ou revelar a sua identidade. Quando o evento deu inicio no dia 11 de Fevereiro em São Paulo, a blogueira estava no prédio da Bienal, onde se realiza esta iniciativa, com um avental de patrocínios que iria cobrir a sua roupa durante os sete dias do evento. Nospheratt não escondeu a surpresa com o resultado do bom marketing que começou por acaso. «Começou por brincadeira, a ideia foi elaborado em conjunto com amigos», afirmou a blogueira. «Eu pensava que era um evento pequeno, só para pessoas que tivessem blogues. Estavam sempre a dizer que eu vir mas eu sempre disse que não tinha dinheiro para a viagem», disse Nospheratt, que mora no Uruguai há 11 anos. Um amigo disse ofereceu-se a pagar uma parte da viagem se ela usasse uma camisola com o nome do blogue dele. A ideia passou a ser um projecto e espalhou-se pela rede de blogues. A blogueira não revela o preço que cada patrocínio, mas diz que todos pagaram o mesmo valor.



publicado por Master Roshi às 09:37
link do post | comentar | favorito
|

Segunda-feira, 24 de Março de 2008
Só Visto 282 - Estacionou carro roubado em frente à esquadra

Um homem estacionou um carro roubado num posto da polícia de Anderson, Carolina do Sul (Estados Unidos), onde foi para exigir que os agentes lhe devolvessem dois mil dólares (quase 1500 euros) que lhe apreenderam quando foi detido por posse de drogas, no passado mês de Junho. Escreve o Terra Notícias que Charles Chambers, de 36 anos, esteve no local com um veículo que, mais tarde um dos polícias percebeu ter a mesma descrição de um carro roubado cerca de três horas antes. Quando os agentes foram atrás de Chambers e mandaram que parasse o carro, ele utilizou uma chave de fendas para desligá-lo porque o local onde devia ser colocada a chave, tinha sido removido. Charles Chambers é assim acusado de roubar o carro e de conduzir sem carta de condução.



publicado por Master Roshi às 16:18
link do post | comentar | favorito
|

Sábado, 22 de Março de 2008
Só Visto 281 - Moisés agiu sob o efeito de... alucinógeneos

«O profeta Moisés estava sob o efeito de poderosos alucinógeneos quando desceu o monte Sinai e apresentou os Dez Mandamentos ao povo judeu», afirma Benny Shanon, professor do Departamento de Psicologia Cognitiva da Universidade Hebraica de Jerusalém, segundo noticiou o site brasileiro globo.com. Num artigo provocador publicado esta semana na «Time and Mind», uma revista cientifica dedicada à filosofia, Shanon considera que o consumo de psicotrópicos fazia parte dos rituais religiosos dos judeus mencionados no livro do Êxodo da Bíblia. «Em relação a Moisés no monte Sinai trata-se de um acontecimento cósmico sobrenatural no qual não acredito, ou de uma lenda na qual também não creio, ou, e isso é muito provável, de um acontecimento que uniu Moisés e o povo de Israel sob o efeito de alucinógeneos», declarou o professor à rádio pública israelita. Shanon acrescentou que «a Bíblia afirma no sentido que ¿o povo vê sons¿ e esse é um fenómeno muito clássico, por exemplo na tradição da América Latina onde se pode ¿ver¿ a música». O estudioso mencionou também os exemplos da sarça ardente e da Árvore do Conhecimento no Jardim do Éden, indicando que, nos desertos do Sinai egípcio e do Neguev israelita, há ervas e plantas alucinógeneas que os beduinos ainda utilizam. De acordo com o professor Shanon, as sociedades tradicionais xamânicas utilizam alucinógeneos nos seus rituais religiosos. «Mas essa utilização está submetida a regras muito estritas», explica. «Fui convidado em 1991 para uma cerimónia religiosa no norte da Amazónia durante a qual provei um preparado feito com uma planta, a ayahuasca, e tive visões de conotação espiritual e religiosa», acrescentou. Segundo o investigador, os efeitos psicadélicos das bebidas preparadas com a ayahuasca são comparáveis aos produzidos pelas bebidas fabricadas com o córtex da acácia. A Bíblia refere frequentemente essa árvore, e a sua madeira é parecida com a que foi utilizada para construir a Arca da Aliança.



publicado por Master Roshi às 09:57
link do post | comentar | favorito
|

Só Visto 280 - Condutora de 72 anos com 2,64 de álcool
A PSP de Viana do Castelo "apanhou", anteontem, uma mulher de 72 anos a conduzir com uma taxa de alcoolemia de 2,64 gramas por litro de sangue, o que poderá ser o "recorde feminino" no concelho. Segundo fonte da PSP, a mulher, comerciante, terá embatido com a sua viatura contra outra na Estrada Nacional 13, na zona da Areosa, em Viana do Castelo, num acidente que se registou pouco depois das 14 horas e não teve consequências graves. Chamados ao local, os elementos da PSP submeteram a condutora ao teste de alcoolemia, que revelou uma "surpreendente" taxa de 2,64 gramas. "Isto para uma senhora, acho que é inédito, aqui em Viana do Castelo", comentou a referida fonte policial, em declarações prestadas à agência Lusa. A septuagenária vai ser presente a tribunal, para fixação das respectivas medidas de coacção. Em Portugal, não é permitido conduzir com uma taxa de alcoolemia igual ou superior a 0,5 gramas por litro. Quem ultrapassar a taxa máxima definida por lei estará sujeito a coimas, que variam em função do valor da taxa apurada.

(Assim, uma taxa de alcoolemia entre 0,5 g/l e 0,8 g/l é considerada uma contra-ordenação grave, que poderá ser punida com a proibição de conduzir por um período de um mês a um ano e o pagamento de uma multa de valor entre 250 a 1.250 euros. Uma taxa de alcoolemia entre 0,8 g/l e 1,2 g/l é considerada uma contra-ordenação muito grave e implica proibição de conduzir entre dois meses e dois anos, e multa de 500 a 2.500 euros. 
Uma taxa igual ou superior a 1,2 g/l é considerada crime, punível com pena de prisão até um ano ou multa até 120 dias, para além da inibição de conduzir por um período de três meses a três anos.)


publicado por Master Roshi às 09:55
link do post | comentar | favorito
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Setembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9

19
20

22
24
27

29
30


posts recentes

Só Visto 469 - Falta de s...

Só Visto 468 - Grupo de a...

Só Visto 467 - E o prémio...

Só Visto 466 - Roubou qua...

Só Visto 465 - Têm de pro...

Só Visto 464 - Cobras fun...

Só Visto 463 - Número oit...

Só Visto 462 - Peixe de t...

Só Visto 461 - Tribunal r...

Só Visto 460 - Macaco «br...

arquivos

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds