Domingo, 3 de Agosto de 2008
Só Visto 414 - Gato em prisão domiciliária

Um gato «feroz» chamado Lewis que amedrontou os vizinhos e meteu a sua dona em trabalhos com a Justiça norte-americana, há dois anos, deu-se tão bem quando esteve em prisão domiciliária que o caso foi encerrado, noticia a agência Lusa. Um juiz retirou na quinta-feira a queixa contra a dona do bicho, Ruth Cisero, concluindo que a mulher já cumpre uma pena especial. O gato encontra-se agora numa loja de animais e só é autorizado a sair numa gaiola para felinos. «Ao contrário da maioria de nós, Lewis aprendeu a viver com as suas limitações», afirmou Eugene Riccio, advogado de Ruth Cisero. O gato despertou a atenção em 2006, depois de uns vizinhos se terem queixado de que, durante as suas caminhadas furtivas, atacou pelo menos seis pessoas. A dona do felino optou por um julgamento em vez de abatê-lo. Hoje, Ruth Cisero cumpre uma pena de serviço comunitário. Se o seu gato escapasse, arriscava-se a seis meses de prisão e o bicho podia ser abatido.



publicado por Master Roshi às 15:38
link do post | comentar | favorito
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Setembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9

19
20

22
24
27

29
30


posts recentes

Só Visto 469 - Falta de s...

Só Visto 468 - Grupo de a...

Só Visto 467 - E o prémio...

Só Visto 466 - Roubou qua...

Só Visto 465 - Têm de pro...

Só Visto 464 - Cobras fun...

Só Visto 463 - Número oit...

Só Visto 462 - Peixe de t...

Só Visto 461 - Tribunal r...

Só Visto 460 - Macaco «br...

arquivos

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds