Sexta-feira, 29 de Fevereiro de 2008
Só Visto 258 - Três castelos espanhóis desapareceram

Um grupo de peritos espanhóis descobriu que três castelos da província de Burgos, considerados Bens de Interesse Cultural em 1949, desapareceram completamente. A equipa da Universidade de Burgos, dirigida pelo professor Miguel Moreno Gallo, ficou surpreendida quando, ao visitar a Torre de Zuñeda, o castelo de Tobar e a Torre Palácio de Andino, descobriu que os imóveis não estavam de «pé». Miguel Moreno Gallo contou, em declarações à agência noticiosa EFE, que, quando o grupo se preparava para fotografar os castelos, constatou que estes já não existiam, pois tinham sido destruídos, pedra por pedra, segundo relatos de pessoas. Os peritos sustentam que existem fortificações em estado de ruína, como é o caso do Castelo de Valdezate, estimando que outras foram destruídas ou desapareceram há 15 ou 20 anos. Ainda assim, o director-geral do Património do Governo de Burgos, Enrique Saiz, manifestou-se incrédulo com o desaparecimento dos três castelos, embora garantindo que vai ler com atenção o relatório elaborado pelos especialistas e aferir se houve ou não algum delito de espólio.



publicado por Master Roshi às 01:28
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Setembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9

19
20

22
24
27

29
30


posts recentes

Só Visto 469 - Falta de s...

Só Visto 468 - Grupo de a...

Só Visto 467 - E o prémio...

Só Visto 466 - Roubou qua...

Só Visto 465 - Têm de pro...

Só Visto 464 - Cobras fun...

Só Visto 463 - Número oit...

Só Visto 462 - Peixe de t...

Só Visto 461 - Tribunal r...

Só Visto 460 - Macaco «br...

arquivos

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

blogs SAPO
subscrever feeds