Segunda-feira, 8 de Setembro de 2008
Só Visto 448 - Nigeriano com 84 anos está casado com 86 mulheres

Um nigeriano de 84 anos, casado com 86 mulheres, com as quais tem mais de 170 filhos, aconselha outros a não seguir seu exemplo, afirmando que ele só consegue lidar com seu dia-a-dia com a ajuda de Deus, refere o jornal BBC Brasil. «Um homem com dez mulheres iria entrar em colapso e morrer, mas os meus poderes são dados por Alá. É por isso que consigo controlar as 86 mulheres», disse. Mohammed Bello Abubakar, ex-professor e pregador muçulmano, afirma que suas mulheres o procuraram por conta de sua reputação de curandeiro. «Eu não saio por aí à procura delas, elas vêm ter comigo. Eu sigo o pedido de Deus, e caso-me com elas.» Mas as autoridades islâmicas na Nigéria não aceitam as alegações e vêem a grande família como um culto. A maioria das autoridades islâmicas concorda que um homem pode ter até quatro mulheres, desde que demonstre ter condições de dar o mesmo tratamento a todas elas, mas Bello Abubakar afirma que o Corão não prevê nenhuma punição para quem tem um número maior de mulheres.

A maioria das suas mulheres tem menos de um quarto da idade de «Baba»

«Deus não disse qual deveria ser a punição para um homem com mais de quatro mulheres, mas ele foi específico sobre punições para a fornicação e o adultério», explicou «Baba», como ele é conhecido, é elogiado pelas suas mulheres e filhos. Muitas das mulheres acreditam que ele tem poder de cura e é o próximo na linha de sucessão do profeta Mohammed. A maioria de suas mulheres tem menos do que um quarto da idade dele - e muitas são mais novas que alguns dos filhos de Abubakar. Algumas disseram à BBC ter conhecido o marido quando foram procurar ajuda para curar doenças. «Assim que o conheci, a minha dor de cabeça passou», disse Sharifat Bello Abubakar, que na época tinha 25 anos e o marido, 74. Ganiat Mohammed Bello, que está casada com Abubakar, há 20 anos, diz: «Sou a mulher mais feliz na face da Terra. Quando alguém se casa com um homem que tem 86 mulheres, temos a certeza que ele sabe como cuidar delas.»

«Baba» não acredita na malária

Mas nem Abubakar, nem suas mulheres trabalham, e ninguém sabe como ele sustenta tamanha família, já que se recusa a revelar de onde tira o dinheiro para arcar com a alimentação e vestuário de tanta gente. Por dia, a família gasta cerca de 550 euros apenas nas refeições. «Vem tudo de Deus», diz ele.

Os moradores do vilarejo de Bida, onde eles moram, não sabem como a família se sustenta, e segundo uma de suas mulheres, Abubakar às vezes pede a seus filhos que saiam às ruas para mendigar, mas mesmo isso não seria suficiente. A maioria de suas mulheres mora numa casa mínima e não acabada em Bida, outras moram na casa de Abubakar em Lagos, a capital comercial da Nigéria. Ele recusa-se a permitir que a sua família ou os seus seguidores tomem remédios e diz que não acredita que a malária exista. «Se alguém se sentar aqui e tiver qualquer doença, eu posso vê-la e fazê-la desaparecer», garante. Mas nem todos podem ser curados e uma de suas mulheres, Hafsat Bello Mohammed, conta que dois de seus filhos morreram. «Estavam doentes e falamos com Deus. Deus disse que a hora deles tinha chegado.» Abubakar alega que o profeta Mohammed fala com ele pessoalmente e descreve detalhadamente suas experiências. Esta é uma alegação séria para um muçulmano. «Isto é heresia, ele é um herege», afirma Ustaz Abubakar Siddique, imã na Mesquita Central de Abuja.



publicado por Master Roshi às 14:05
link do post | favorito

Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



mais sobre mim
pesquisar
 
Setembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9

19
20

22
24
27

29
30


posts recentes

Só Visto 469 - Falta de s...

Só Visto 468 - Grupo de a...

Só Visto 467 - E o prémio...

Só Visto 466 - Roubou qua...

Só Visto 465 - Têm de pro...

Só Visto 464 - Cobras fun...

Só Visto 463 - Número oit...

Só Visto 462 - Peixe de t...

Só Visto 461 - Tribunal r...

Só Visto 460 - Macaco «br...

arquivos

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

blogs SAPO
subscrever feeds